Censo 2010 registrou 60 mil casais gays vivendo em união estável


O IBGE divulgou, hoje, dados preliminares referentes ao perfil das famílias entrevistadas ao longo do ano passado pelo Censo 2010. Pela primeira vez, os recenseadores perguntavam a orientação sexual dos entrevistas ou se possuíam algum casal homossexual na casa. Bem, na teoria, pois na prática nem todos foram questionados, ou mesmo entrevistados. Mas há um número a se comemorar: 60.002 casais assumiram viver em união estável homossexual no país. Há 37.487.115 casamentos entre os heterossexuais no país, segundo a pesquisa. O número de uniões gays corresponde a apenas 0,16% das famílias mas já é um grande passo.

A região Sudeste obteve o maior número de registros de pessoas do mesmo sexo vivendo juntas em união estável A maior parte está no estado de São Paulo, que registrou 16.872 casais gay, seguido do Rio de Janeiro, com 10.170, e Minas Gerais
possui 4.098. O Espírito Santo registrou 1.062 casais. O Nordeste vem em seguida, com 12.196 uniões. A região sul obteve 8.034 casais, dos quais 3.661 no Rio Grande do Sul Paraná com 2.363 e Santa Catarina com 2.010. Depois vem a região Centro Oeste, com 4.141 uniões e, por fim, o Norte, com 3.429 casais gays.

A divulgação dos dados foi comemorada por ativistas. Apesar do número relativamente baixo, a pesquisa comprova que existem casais gay vivendo em situação marital igual aos heterossexuais e que não são reconhecidos pelo Estado. Durante 2010, o movimento gay incentivou os casais homossexuais em todo o país a exigirem o registro correto de suas situações no Censo, uma vez que poderiam ficar fora da pesquisa por descuido do entrevistador.

Apesar de a quantidade de casais gays captada pela pesquisa ter superado as expectativas, o presidente da ABGLT garante que o número é “só a ponta do iceberg”.

Sobre STOP HOMOFOBIA

promovendo a LUTA contra homofobia e à favor dos direitos GLBT

Publicado em 29 de abril de 2011, em Noticias. Adicione o link aos favoritos. 2 Comentários.

  1. Esse censo de 2010 nao foi muito correto. Pois na minha casa e na casa de outras pessoas q conheço, nao perguntaram nada se era ou nao casados . Só o numero de pessoas q moravam juntos.

    • Olá luciano, o censo IBGE 2010 teve 2 tipos de questionários, um mais curto outro com mais peguntas, que alem de quantidade de pessoas que moravam na casa, questionava-se grau de parentesco, estado civil, etc…
      é uma maneira do governo reduzir a margem de erro no quesito “socio-economico”
      mas a explicação vai longe…
      se quiser se aprofundar no assunto http://www.ibge.gov.br/home/
      Abraço.😉

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: