>Morte de homossexual e falta de segurança em Anori são denunciados


>

Ao impedir que população invadisse a delegacia para linchar suspeitos, policiais não puderam dar andamento às investigações do crime. Este foi o terceiro crime praticado contra homossexuais nos últimos dois meses

Cabeleireiro e vereador pedem reforço na segurança de Anori, para conter onda de violência na cidade (Michael Dantas)

A falta de policiamento no município de Anori – localizado a 195 quilômetros de Manaus -, bem como as agressões praticadas contra homossexuais na cidade, serão denunciadas nos próximos dias à alta cúpula da Segurança Pública do Estado, pelo vereador do lugar, Antônio Matos (DEM), e pelo presidente da Associação de Gays, Lésbicas e Transgêneros do município, o cabeleireiro Jaílson Matias Bezerra.

O agente de saúde Marlon Neves Gomes, 25, o “Marlonzinho”, foi vítima de um latrocínio – roubo seguido de morte. “Marlonzinho” foi assassinado a pauladas e terçadadas, além de ter o celular, o notebook e uma determinada quantia em dinheiro roubados. Não bastasse a violência com que os golpes foram aplicados, o agente de saúde também teve os olhos perfurados por uma escora de ferro.

O crime revoltou parte da população do município, que tentou invadir a delegacia local, para linchar dois suspeitos do latrocínio, presos pela polícia, o que motivou a vinda do vereador e do militante à Manaus.

“A população está cansada de ter que lidar com crimes deste tipo e com a impunidade aos criminosos. Este não é um caso isolado”, salienta Matos.

Ele e Jailson relatam que em dois anos, este foi o quarto assassinato brutal que ocorre no município, assim como o terceiro crime praticado contra homossexuais nos últimos dois meses. O proprio Jailson, há pouco mais de um mês foi vítima de agressão física.

A cidade de 17 mil habitantes conta só com quatro policiais militares, sendo dois por plantão.

“As duas pessoas que já foram presas tiveram que ser transferidas em segredo para uma cadeia no município de Beruri (a 170 quilômetros da capital) por que a população queria matá-los e os policiais não conseguiriam protegê-los”, acrescenta o vereador.

Entorpecentes

Tanto Antônio, quanto Jailson foram unânimes em afirmar que o principal motivo para a onda de crimes que assola Anori são as drogas, em especial a pasta-base de cocaína, que segundo eles, pode ser encontrada com facilidade no município.

“As pessoas praticam os assassinatos enquanto estão sob efeito das drogas para roubar e comprar mais”, destacam os denunciantes.

Investigações

Três homens foram presos, no último sábado à tarde, de acordo com o delegado de Anori, Normando Bastos, suspeitos de assassinar o agente de saúde. Porém, a única testemunha ocular do crime reconheceu apenas dois dos suspeitos, o que resultou na liberação de um dos detidos.

“Já que a testemunha (de identidade não revelada) não viu este terceiro homem na noite do crime, ele acabou sendo liberado. Mas já temos outro suspeito, que está em um município próximo, e já estamos atrás dele”, informou o delegado.

Segundo Bastos, dele e os demais policiais não conseguiram dar andamento aos trabalhos de investigação, em virtude das quase 500 pessoas que queriam invadir a delegacia de Anori para linchar os presos.

“Ficamos reféns em nosso próprio local de trabalho. Não conseguíamos sair, nem fazer com que os manifestantes fossem embora. É difícil trabalhar com poucos policiais”, observaou o delegado.

Os suspeitos foram encontrados, com a ajuda de testemunhas, pescando numa lagoa da região, e um deles estava com as roupas ainda sujas de sangue.

Sobre STOP HOMOFOBIA

promovendo a LUTA contra homofobia e à favor dos direitos GLBT

Publicado em 15 de março de 2011, em Noticias. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: